TENHA A NOÇÃO DO REAL MOTIVO DE VIVERMOS O EVANGELHO.

Pastor Ricardo Sorrentino

Preletor/Professor

ANTES DE SEREM INFORMADOS, AS DEMAIS COISAS SÃO APENAS UM BÔNUS.

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

 

Mateus 6:33

Os cristãos receberam de Jesus Cristo o mandamento de fazer discípulos de todas as nações, e esperar pacientemente pelo retorno dele. (Mat. 28:18-20). Mas, para se fazer discípulos, precisamos de uma mensagem para proclamar (Romanos 10:14). Que mensagem é essa? O que a Bíblia diz sobre este Evangelho (boas novas) que temos de declarar? Se formos cristãos bíblicos, determinar o conteúdo desta mensagem é vital. Temos de ter cuidado de pregar a mesma mensagem que Jesus e seus apóstolos pregaram — nem acrescentando nem tirando algo dela.

 

Infelizmente, através da história e em nossa época, os homens desenvolveram o que eles acreditam serem teologias corretas, e apontam para o seu sistema como o Evangelho, afirmando na prática, “Isto é o que a Bíblia ensina. Acredite em meu sistema teológico e você será salvo.” Eles sugerem que a interpretação deles, não a Bíblia exclusivamente, é que é a “Verdade”. Para todos os efeitos, eles criaram um ídolo – seus sistema religioso, outro mediador além de Cristo – e alegam que este sistema serve para poupar esforços.

Outros fazem o contrário, pregando só uma parte do Evangelho. Eles nos dizem que Jesus morreu por nossos pecados, e que devemos nos arrepender e aceitá-lo como Salvador. Este é um ensinamento bíblico essencial, mas eles não nos falam sobre o Reino de Deus e qual o papel que Jesus tem nele. É retido de nós o fato de que este Reino governará a terra e trará indescritíveis bênçãos de Deus para a humanidade. Isto é surpreendente, considerando-se que Jesus pregou extensamente sobre o Reino de Deus (ou Reino do Céu, uma expressão equivalente).

 

O Evangelho completo, conforme registrado na Bíblia, é um anúncio simples, mas profundo. Jesus é o Messias, ou Cristo, o Rei do Reino de Deus, que morreu como um sacrifício de resgate por nossos pecados. Ele foi ressuscitado por Deus, e está agora assentado à direita de seu Pai nos céus. Ele um dia voltará em glória para reinar sobre a terra e julgar a humanidade. Seu propósito é reconciliar todas as coisas novamente com Deus, seu Pai, recuperando o que Adão perdeu.

Isto constitui essencialmente o Evangelho ou boas novas. Para a salvação, exige-se apenas que acreditemos que Jesus é o Messias prometido, achegando-nos a ele com um coração arrependido, aceitando-o como nosso Senhor e Salvador, e comprometendo-nos a fazer a vontade de Deus. A Bíblia certamente ensina muitas outras coisas, mas todos os outros ensinamentos bíblicos do Novo Testamento são baseados nesta fundação firme e primária: que Jesus é o Cristo. Estas outras coisas podem melhorar nosso entendimento e apreciação de Deus e Seus propósitos, mas nossa salvação não depende delas.

 

Porque ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo. (1 Coríntios 3:11)

 

 

 

Instagram @pr.ricardosorrentino

E

@projetomoverdedeus

 

www.projetomoverdedeus.com.br

 

 

Radio Mover de Deus

 

Disponível para Android!

Pode ser baixado pelo link

 

https://projetomoverdedeus.com.br/aplicativo